terça-feira, 29 de junho de 2010

Perdendo um cliente em 3, 2, 1...

Manual de Como Perder Um Cliente em 5 Passos, por Engenho Massayó (Ex Bella Gulla)

1 – É proibido cumprimentar.

Não dê boa tarde. E se o seu cliente fizer isso, finja que não ouviu. Vire o rosto.


2 – É proibido atender...

Ligue uma televisão num jogo de futebol qualquer. Deixe todos os seus (dois) garçons entretidos na tela. Não atenda ao chamado do cliente, mesmo que ele levante o braço para tentar chamar a atenção. O jogo é mais importante que ele. Ele pode esperar.


2.1 - ... A não ser que lhe dê na telha

Quando acabar o jogo, venha ao encontro do seu cliente, pergunte o que ele quer.

- Pois não, senhor?

- Uma coca, por favor.

- Normal? Com gelo?

- Sim, normal. Sem gelo.


2.2 – Finja que esqueceu

Isso. Finja de novo. Só depois de algum tempo, quando o seu cliente já estiver terminado de comer, apareça com a Coca normal, mas COM gelo. Afinal de contas,você nem precisa fazer tudo exatamente do jeito que ele pediu.

É normal se ele não quiser mais a Coca (afinal, lembre que você só vai entregar a bebida na última garfada do seu cliente-exigente – SEM GELO É QUERER DEMAIS, NÉ?). Fique com a Coca pra você.


3 – A hora do pagamento.

Simplesmente diga o preço. Não pergunte se ele quer o CPF na nota, afinal, leis servem para ser burladas.

Quando o seu cliente pedir o CPF na nota fiscal, dê uma de louca, imprima a nota e diga ‘Êêêêta, rapaz. Já tirei a nota sem o CPF, ó!’ (Muito importante: Neste momento, deixe claro que você não pode fazer mais nada por ele).

Se o seu cliente for in-su-por-tá-vel ele vai querer o CPF na porra da nota mesmo assim. Diga que não tem como cancelar.


3.1 – A hora da piadinha

Seu cliente quer a nota com o CPF, afinal, é um direito dele (Foda-se, né? Todo mundo quer ter direito hoje em dia.), mas faça uma piadinha legal. Quem sabe ele morre de rir e esquece do CPF. Se não souber o que dizer nessa hora, fale assim:

- Eu posso anotar de caneta aqui, no cantinho da nota que eu já imprimi? (Ahn? Ahn? Muito boa essa, né?)


4 – Ligue para o seu chefe

OK. Se nem com a piadinha o mala do seu cliente desistiu da merda do CPF na porra da Nota Fiscal, ligue pro seu chefe. Relate o ocorrido. Diga, na frente do seu cliente: “Mas é que ele quer porque quer o CPF na Nota e eu não tenho como cancelar porque eu já tirei outra depois e etc.”. Passe pouco tempo no telefone para não gastar seus créditos.


5 – Dê uma de doido

Este é o último passo e, talvez, o mais importante. Você já deixou de cumprimentar, não deu atenção, demorou para atender, não ofereceu o CPF na nota – ou seja, desrespeitou o direito do seu cliente. Se você já passou por todas essas etapas, essa vai ser moleza.

Desligue o telefone, segure a nota na pontinha do dedo, olhe para o seu cliente e pergunte:

- Tem certeza que não quer aceitar a nota mesmo assim?


Pronto! Parabéns! Você não só acaba de perder um cliente, como acaba de ter o nome do seu estabelecimento incluído na listinha de reclamações da Secretaria da Fazenda do Estado.


Nota do autor: A piada de anotar o CPF no cantinho da Nota foi boa, não foi?

Nenhum comentário: